Portal COVID 19

Principal Atualizado em 6/04/20 - 10h53

Coronavírus: saiba como fugir da epidemia de golpes

Forças de segurança do DF orientam aos brasilienses para seguir alertas das instituições financeiras, por conta do aumento de delivery, orientar porteiros de prédios e condomínios

 

3/4/20   –  9:30  –  AGÊNCIA BRASÍLIA *

 

Desde a identificação do novo coronavírus no Distrito Federal, algumas tentativas de golpe foram identificadas pelas polícias locais. Com o aumento de solicitação de serviços delivery e utilização de plataformas digitais para pagamentos, a atenção da população deve ser redobrada. Confirmar informações com instituições oficiais é uma das orientações a ser seguida.

 

“Verificamos tentativas de golpes antigos, mas motivados pela atual situação endêmica por conta do coronavírus. O excesso de cuidado é sempre mais eficaz que a falta dele”, orientou o chefe do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), coronel Souza Lima.

 

De acordo com o coronel, é importante seguir alertas das instituições financeiras.  “Alguns bancos, de forma preventiva, estão mandando mensagens alertando os clientes a não informarem dados e nem entregarem cartões antigos para terceiros, que se apresentam como prestadores de serviço”.

 

O excesso de cuidado é sempre mais eficaz que a falta dele – Coronel Souza Lima, chefe do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF)

 

Uma outra orientação, principalmente por conta do aumento de delivery, é orientar porteiros em prédios e condomínios. “A maior parte já segue um protocolo, mas é importante dar ainda mais atenção neste período, pois, com as pessoas em casa, a quantidade de entregas é maior”, disse Souza.

 

Em situações de emergência ou tentativa de crime, a corporação deve ser acionada pelo  190.

 

“Guardar características da pessoa que tentou cometer o crime ou qualquer outra informação, como placa de carro, pode contribuir com o trabalho da polícia”, finalizou o coronel.

 

Crimes cibernéticosO delegado-chefe da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), Giancarlos Zuliani, alerta que os crimes cometidos pela internet neste período ocorrem por meio do envio de links falsos para serem preenchidos.

 

“Neste período, tivemos acesso a muitas denúncias de pessoas que receberam links para se cadastrarem e terem acesso a benefícios do governo, por exemplo. É imprescindível que o cidadão, antes de abrir uma mensagem com uma promessa dessas, entre em contato com os órgãos oficiais e confirme a veracidade da informação antes de preencher qualquer formulário com dados pessoais”, explicou o delegado.

 

De acordo com Giancarlo, o objetivo deste tipo de golpe é obter os dados e cometer outros crimes, como abertura de contas ou compras virtuais.

 

Uma outra situação, de acordo com o delegado, é que esses links também podem ser enviados para enviar vírus para celulares ou computadores. “Desconfie de situações e propostas muito fáceis, com promessas de dinheiro ou emprego”.

 

A PCDF disponibiliza canais de denúncia para estas situações, que podem ser feitas pelo 197, pela delegacia eletrônica e pelo e-mail.

 

* Com informações da SSP-DF

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br