Portal COVID 19

Principal Atualizado em 7/05/20 - 15h47

UBSs de São Sebastião receberão melhorias estruturais e de fluxo

Gestores visitaram as unidades para agilizar e melhorar o atendimento

 

7/5/20  15:38   AGÊNCIA BRASÍLIA*

 

Um grupo de gestores da Região de Saúde Leste visitou as unidades básicas de saúde (UBSs) de São Sebastião para fazer uma análise e avaliação das condições físicas e de fluxo de atendimento em relação às doenças de quadro respiratório, principalmente a Covid-19.

 

Eles averiguaram a necessidade de manutenção de telhados e da rede de esgoto, além de trabalho de pintura. Também foram solicitados dispensers de álcool em gel, instalação de pia e adequação de ponto de internet, entre outros.

 

Atualmente, São Sebastião possui 19 UBSs, que atendem uma população de aproximadamente 16 mil pessoas. Nesse levantamento técnico, quatro unidades precisam de intervenção mais urgente.

 

As ações já foram iniciadas e estão sendo viáveis em razão do contrato de manutenção que cobre toda a Região de Saúde Leste. A superintendente da região, Raquel Beviláqua, presente na visita, destacou que a gestão precisa ser próxima, principalmente, neste momento sensível de enfrentamento a uma pandemia.

 

Leia também

 

Construção de 16 novas Unidades Básicas de Saúde

 

Saúde investe R$ 79 milhões no Hospital do Mané Garrincha

 

Saúde investe R$ 20 milhões em equipamentos de proteção individual

 

“Nós já vínhamos com um plano de melhorias para a Região Leste, mas com a Covid-19, antecipamos algumas ações para poder adequar o fluxo a esse tipo de paciente, pois a doença é altamente contagiosa. Nesse sentido, visitamos as unidades para fazer alinhamentos e melhorar a estrutura, porque cada local precisa estar adequado ao recebimento dos pacientes suspeitos. Adaptação de locais que possam ser isolados até a regulação para outra unidade, ou dispensa para o tratamento em casa”, afirmou.

 

Foram visitadas as UBSs nº 9, nº 6, do Bairro São Francisco, do Bosque 1, Bosque 2 e a nº 12, do Bairro São José. Essas três últimas serão atendidas com medidas urgentes.

 

Fluxo

 

No encontro também discutiu-se sobre o fluxo de atendimento e adequação de espaços mais arejados para receberem pessoas com sintomas gripais. Serão instaladas janelas, portas para acesso exclusivo de pacientes suspeito, pontos de internet, além de cobertura externa para que os pacientes possam aguardar o atendimento em ambiente ventilado sem contato com os demais internos das unidades básicas.

 

Também participaram da visita, o diretor Administrativo Fábio Ornelas, o diretor da Atenção Primária, Wallace dos Santos, e os gerentes das unidades. A Unidade Básica de Saúde (UBS) é a porta de entrada para atendimento em saúde no Distrito Federal, inclusive para os casos de Covid-19. Todas as unidades dispõem de Teste Rápido e estão aptas a orientar e regular os pacientes. O paciente deve procurar a unidade a partir do 7º dia de sintoma para realizar o teste rápido e ser acompanhado pela unidade.

 

Para saber mais sobre a Covid-19 e o que o DF está realizando, acesse aqui.

 

Quer doar e contribuir para o combate ao coronavírus? Você pode ajudar fazendo doações em dinheiro, bens móveis ou imóveis, serviços, insumos ou equipamentos, acesse aqui.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br