Portal COVID 19

Principal Atualizado em 8/05/20 - 11h24

Servidores da Saúde entregam mil máscaras para pacientes

Elas são feitas de TNT com três fundos, podendo ser lavada e reutilizada até duas vezes, e a de tecido com forro de uso permanente e a abertura interna para colocar o reforço com lenço de papel

 

8/05/20 11:18 AGÊNCIA BRASÍLIA *

 

Servidores da Unidade Básica de Saúde de Práticas Integrativas de Planaltina estão há mais de um mês produzindo máscara para os pacientes da Região Norte, que compreende as cidades de Planaltina, Sobradinho, Sobradinho II e Fercal.

 

Ao todo oito servidores estão envolvidos presencialmente na atividade e já conseguiram produzir mil unidades. Elas são feitas de TNT com três fundos, podendo ser lavada e reutilizada até duas vezes, e a de tecido com forro de uso permanente e a abertura interna para colocar o reforço com lenço de papel.

 

A unidade é a única referência no DF que realiza o trabalho exclusivo em Práticas Integrativas e teve que parar as atividades por conta do decreto do Governo do Distrito Federal, que proíbe atividades em grupo.

 

A unidade que retomou recentemente a produção de fitoterápicos, mantém a sua produção e dispensação, bem como o cuidado com o canteiro de plantas medicinais. Mas, o movimento de pacientes que participavam de várias atividades como a Forró Terapia deu lugar ao barulho das máquinas de costura levadas pelos próprios servidores.

 

Os servidores e o gerente da unidade, Marcos Freire, perceberam uma oportunidade para aproveitar o tempo e espaço na obrigação do uso das máscaras. Entrou em contato com os Voluntários de Máscaras do DF e acabou descobrindo que eles estavam com dificuldade de fazer e entregar.

 

Fecharam parceria recebendo materiais para começar os trabalhos e, além disso, tiveram ajuda inicial da Fábrica Social. Costureiras da comunidade e o Conselho de Saúde de Planaltina também entraram em contato para ajudar.

 

Todas as máscaras são encaminhadas diretamente para a Diretoria de Atenção Primária à Saúde (Diraps), que

organiza a distribuição para as demais unidades básicas de Saúde.

 

“A cada reunião técnica, víamos o assunto convergindo para o uso obrigatório de máscaras por toda a população. Já é sabido que as empresas estão em dificuldade de produzir e entregar os pedidos a tempo, bem como a dificuldade em o mundo no fornecimento desse material para todas as pessoas. Assim, decidimos produzir para a nossa comunidade que tem dificuldade de comprar ou até mesmo ainda não entendem a importância dessa atitude”, destacou Freire.

 

Para Eudes Judith, técnica de enfermagem e atuante na atividade, no início foi difícil ver a unidade vazia, sem a rotina do bem-estar que regularmente promovia. Com muitos espaços abertos, tenda e jardinagem em volta, o local se tornou uma unidade básica específica para esse fim. Ela é a única referência do DF para o tema. Além das atividades oferecidas ao cidadão, realiza cursos de capacitação e aperfeiçoamento em pareceria com a Gerência de

Práticas Integrativas da Secretaria de Saúde para todo o DF.

 

“Esta unidade realiza atividades de Práticas Integrativas, desde 1983, e se consolidou como a única Unidade Básica de Saúde de Práticas Integrativas na SES e do DF, aqui só recebemos pacientes para esse fim e capacitamos profissionais também. Com o esvaziamento da unidade, agora, trouxemos o propósito de produzir as máscaras porque sabemos da dificuldade da nossa população. Para uns pode ser barato, mas para outros, o dinheiro da máscara fará falta. Esse produto é entregue apenas nas unidades que compõem a atenção primária”, afirmou.

 

Cerpis

 

O Centro de Referência em Práticas Integrativas em Saúde (Cerpis) fica ao lado do Hospital Regional de Planaltina e precisa de mais doações para manter o trabalho. Além disso, precisa de ajuda para consertar três máquinas que quebraram, pois são de uso caseiro e estão produzindo além da capacidade. Quem quiser ajudar poderá entrar em contato no número 2017-1085.

 

* Com informações da Secretaria de Saúde

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br