Portal COVID 19

Principal Atualizado em 25/05/20 - 7h23

Força-tarefa fiscaliza HRSam e constata abastecimento de equipamentos

Fiscalização verificou as condições de trabalho e segurança dos profissionais da unidade

 

22/5/20  20:38 AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: FREDDY CHARLSON

 

O grupo inspecionou várias áreas do hospital, como atendimentos, EPIs e a equipe de Enfermagem no atendimento as pessoas com Covid-19. Foto: Breno Esaki/ Secretaria de Saúde

 

As condições de trabalho e de segurança dos profissionais de Enfermagem que atuam no combate ao coronavírus no Hospital Regional de Samambaia (HRSam) tiveram um saldo positivo, após a fiscalização realizada na unidade por um comitê formado por órgãos de controle e outras entidades.A força-tarefa era composta pelo Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal (Coren-DF), SindEnfermeiros, Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), Conselho de Saúde do DF e Conselho Regional de Saúde de Brasília.

 

O grupo inspecionou o hospital, o fluxo de atendimentos, a disponibilidade de equipamentos de proteção individual (EPIs) e o dimensionamento da equipe de Enfermagem no atendimento as pessoas com Covid-19. Apesar do HRSam não ser referência para os casos de coronavírus no DF, recebe constantemente pacientes suspeitos que testam positivo, os encaminhando para outros hospitais.

 

Leia também

 

GDF doa 365 mil máscaras em 15 dias

  

Uso de proteção é obrigatório em condomínios

  

GDF realiza doação de 500 máscaras para produtores e trabalhadores da Ceasa

 

“Eles visitaram o HRSam e constataram, entre outras coisas, que aqui tem o fornecimento regular de EPIs para os servidores. O respaldo deles é importante e fundamental para o bom funcionamento do serviço e para fazermos nosso trabalho de forma mais tranquila. Nossa busca é pela segurança do profissional”, afirmou o diretor do HRSam, Luciano Gomes.Segundo o gerente de Enfermagem do hospital, Bruno Assis, os representantes do comitê também visitaram a estrutura física da UTI e do pronto-socorro, fizeram sugestões com relação ao fluxo de pacientes e conferiram o circuito de treinamentos dos profissionais de saúde.

 

“A força-tarefa viu que estamos dando treinamento adequado e que temos nos organizado para manter os profissionais sempre atualizados em relação aos atendimentos a Covid-19, conforme a demanda. E o feed back positivo do comitê mostra que as coisas estão organizadas, além de ser uma prestação de contas para a sociedade”, informou o gestor.

 

Equipe

 

Além disso, o gerente ressaltou que foi implementado um grupo focal dentro do HRSam, voltado a capacitar e acompanhar os servidores. A equipe é composta por seis enfermeiros voluntários, treinados por ele.

 

“Vamos diariamente em todos os setores para dar treinamento, tirar dúvidas e acolher o profissional. Temos nos esforçado todos os dias para cumprir com as demandas e atender as normas necessárias”, comentou Bruno Assis.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde

 

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br