Portal COVID 19

Principal Atualizado em 25/05/20 - 9h45

Mais 15 pacientes chegam ao hospital do Mané Garrincha

Unidade conta agora com 20 transferidos do Hran. O primeiros cinco chegaram na sexta-feira (22)

 

23/5/20  21:34 AGÊNCIA BRASÍLIA * | EDIÇÃO: CHICO NETO

 

Mais 15 pacientes do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) foram transferidos, neste sábado (23), para o primeiro hospital de campanha do Distrito Federal voltado à Covid-19, montado no Estádio Nacional Mané Garrincha. Com os cinco pacientes que chegaram na sexta-feira (22), a nova unidade conta agora com 20 internos, atendidos em leitos com suporte avançado.

 

O primeiro a chegar foi o aposentado J.G.S.F., de 72 anos. Com sinais de melhora e sem a necessidade de continuar usando antibióticos, ele foi um dos selecionados para atendimento no hospital de campanha. Logo na entrada, emocionou-se e elogiou as instalações: “Isso aqui é de primeiro mundo. Obrigado por terem me trazido para cá”.

 

O secretário de Saúde, Francisco Araújo, lembrou a importância do esforço conjunto para erguer o hospital: “Foram dias de muito trabalho, dedicação e suor derramado, tanto de servidores quanto de colaboradores e contratados, mas tudo isso deu frutos e, graças a todos vocês, conseguimos entregar esse hospital em tempo recorde. A maior beneficiada é a população”.

 

A estrutura foi equipada com 197 leitos, sendo 173 de enfermaria adulto, mais 20 de suporte avançado e quatro de emergência. Para garantir o funcionamento da unidade, já foram contratados, até o momento, 123 profissionais de várias especialidades. A expectativa é chegar a aproximadamente 300 funcionários quando todos os leitos estiverem ocupados.

 

Gerenciamento e adequação

 

Dois contratos emergenciais foram necessários para preparar o hospital de campanha. O primeiro, no valor de R$ 79 milhões, foi firmado para o gerenciamento dos leitos, fornecimento de insumos e equipamentos hospitalares e a contratação da equipe de saúde, formada por médicos, enfermeiros e farmacêuticos, entre outros profissionais da área.

 

O segundo contrato, no valor de R$ 5,9 milhões, foi firmado para realizar as obras de adequação física do estádio ao padrão de um hospital de campanha. As mudanças incluíram a demolição de parte da estrutura, a instalação de um novo piso na área da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), de nobreak e de sistema I.T médico – um tipo de instalação elétrica exigida em alguns ambientes de assistência especializada.

 

Além disso, o contrato abrange redimensionamento do sistema de ar-condicionado, construção de postos de enfermagem e manutenção corretiva e preventiva durante o período de atendimento, bem como o processo de desmontagem que ocorrerá depois da pandemia.

 

Ao fim do contrato, os bens e equipamentos contemplados serão incorporados ao patrimônio da Secretaria de Saúde (SES).

 

Covid-19

 

De acordo com o último boletim informativo da SES, divulgado no início da noite deste sábado (24), o DF registrou 6.248 casos da Covid-19. Do total de pacientes infectados, 3.410 estão recuperados e 95 evoluíram para óbito. Desses, seis eram residentes de cidades do Entorno, mas estavam internados no DF.

 

Com informações da SES

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br