Portal COVID 19

Principal Atualizado em 28/06/20 - 19h40

Covid-19: Saúde já testou 486 feirantes

Por drive-thru, mais de 220 mil testes foram feitos no DF

 

26/6/20  21:04 AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: ISABEL DE AGOSTINI

 

A testagem nos feirantes e produtores rurais para  Covid-19 continua ocorrendo no Distrito Federal. As feiras têm recebido a visita das equipes de saúde da família que atuam nas unidades básicas de saúde. Os servidores fazem uma triagem, em cada box, e avaliam cada feirante. Aqueles que apresentam sintomas são encaminhados para testagem na UBS mais próxima. Até o momento, 446 trabalhadores foram encaminhados para fazer o teste na Atenção Primária. Deste total, 28 foram positivos para o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

 

Nesta sexta feira (26), a ação da Secretaria de Saúde esteve na feira do Gama. Foram 220 feirantes encaminhados para fazer o teste que resultou em nove detecções. As ações já ocorreram nas feiras de Ceilândia, Sobradinho e Núcleo Bandeirante.

 

Drive-thru

 

O DF já fez, por drive-thru, 220.904 testes rápidos e confirmou à Covid-19 em 16.450 exames. Essa modalidade de testagem começou no dia 21 de abril. O drive do Paranoá, que recebe os moradores da região e do Itapoã, São Sebastião, Jardins Mangueiral, Jardim Botânico e Lago Sul, foi a unidade com mais registros da doença, com 3.086 casos de um total de 16.250 testes. O posto de Ceilândia, que também atende o Sol Nascente, fez 22.124 exames com 2.331 resultados positivos.

 

Nesta sexta-feira (26), foram feitos 2.867 exames com 762 detecções do vírus.

No Distrito Federal, a Secretaria de Saúde oferece gratuitamente duas formas de testagem e, para cada uma delas, há uma indicação específica de quando o exame deve ser feito. Os testes podem ser feitos em 98 unidades básicas de saúde.

 

O mais conhecido é o teste rápido, que é feito a partir da coleta de uma gota de sangue, que detecta a presença de anticorpos que o organismo humano produz contra a Covid-19. Recomenda-se que ele seja feito a partir do oitavo dia do início dos sintomas, quando os anticorpos já são mais detectáveis. Ele já é oferecido à população em 98 unidades básicas de saúde (UBSs) espalhadas por todo o DF e o resultado costuma sair entre dez e 20 minutos.

 

Esses testes são seguros, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e apresentam sensibilidade superior a 86% e especificidade superior a 95%. Além disso, possuem avaliação técnica satisfatória pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).

 

O outro teste, chamado de RT-PCR, é mais conhecido como swab nasal e oral, pois utiliza uma aste flexível (cotonete) para colher pelas narinas e garganta o material genético do paciente. Conforme a indicação do Ministério da Saúde, recomenda-se que seja coletado o material do paciente entre o terceiro e sétimo dia de sintomas, preferencialmente, quando a carga viral é maior. Mas também pode ser feito até o décimo dia. O resultado costuma sair entre 24 a 72 horas.

 

Unidades Básicas de Saúde

 

As 172 unidades básicas de saúde estão abertas e oferecem atendimento para casos suspeitos da Covid-19. São essas unidades que as pessoas com sintomas da doença devem procurar. Lá, os cidadãos serão atendidos, avaliados e possivelmente farão um exame.

 

Os exames de pacientes que apresentarem sintomas são coletados nas próprias unidades. Além disso, é realizada a estratégia fast-track (duplo fluxo), em que os pacientes com quadros respiratórios entram em fluxos separados na unidade.

 

A população do DF também conta com o TeleCovid pelos telefones 190 (Polícia Militar), 193 (Bombeiros) e 199 (Defesa Civil).

 

*Com informações Secretaria de Saúde

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br