Portal COVID 19

Principal Atualizado em 8/09/20 - 17h42

Compete Brasília leva atletas do voleibol para o Rio

Ângela Lavalle e Luccas Amorim têm apoio do GDF para disputar medalhas no Circuito de Vôlei de Praia, que ocorre no fim do mês em Saquarema

 

8/9/20  17:24   AGÊNCIA BRASÍLIA * | EDIÇÃO: RENATO FERRAZ

 

O voleibol brasileiro retoma as atividades profissionais neste mês no melhor estilo “bolha”: todos os atletas terão rígido protocolo para entrada e só deixarão o Centro Olímpico, em Saquarema (Rio), após o fim da participação no torneio. Tudo, claro, para garantir a saúde de todas as pessoas envolvidas.

 

A primeira etapa do Circuito de Vôlei de Praia 2020/2021 acontece agora em setembro (de a 17 a 20 a etapa feminina; e de 24 a 27 a masculina). Pelo programa Compete Brasília, da Secretaria de Esporte e Lazer, representam o Distrito Federal, com suas respectivas duplas, os esportistas Ângela Lavalle e Luccas Amorim.

 

Ângela Lavalle dispensa apresentações. Detentora de vários títulos, entre eles a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, que participou por conta do Compete Brasília. A brasiliense também recebe, desde 2014, o benefício do Bolsa Atleta Internacional.

 

Nesta oportunidade, ela vai estrear na areia com sua parceira Hegê Almeida (CE). “Nosso objetivo é brigar pelo pódio. Vamos combinar a juventude dela com a minha experiência. Tenho certeza que vai render bons frutos”, avalia a atleta, que retomou o treinamento em alto rendimento há cerca de um mês.

 

Já Luccas Amorim, que faz dupla com Felipe Alves, corre para recuperar o tempo desperdiçado nos últimos meses por conta da pandemia da Covid-19, que interrompeu sua rotina habitual de treinamentos.

 

Mesmo com número reduzido de vagas, ele conseguiu estar entre os escolhidos do torneio e, agora, ambiciona estar entre os 12 melhores do ranking para garantir a classificação para o Super Praia, no próximo ano.  “Vamos jogar nesses próximos meses tudo que não jogamos no ano. Mas estamos voltando aos poucos para o nosso treinamento, em uma quadra particular”, diz.

 

Empenhado na liberação dos treinamentos do Núcleo Central de Atletas de vôlei de praia, no Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek, o presidente da Federação de Vôlei do Distrito Federal, Sérgio Faria Lemos, se reuniu com a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão.

 

Ele entregou o protocolo com as medidas a serem adotadas para que o retorno da modalidade seja feito de forma segura e preventiva. “O vôlei de quadra não está treinando, já que continuam proibidos os treinos de esportes coletivos. A Superliga começa no próximo mês e temos um time feminino profissional”, explica.

 

A modalidade, uma das mais praticadas nos parques da capital federal deve ter suas atividades autorizadas em breve. O protocolo de segurança segue em análise pelo órgão responsável do Governo do Distrito Federal (GDF), que avalia, entre outros fatores, a curva de contaminação da população.

 

“Estamos trabalhando para essa que essa liberação ocorra o quanto antes, mas sempre garantindo a segurança dos nossos atletas”, comenta a secretária de Esporte e Lazer.

 

Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br