Portal COVID 19

Principal Atualizado em 5/02/21 - 20h06

Vacinação não interrompe outras imunizações

Funcionamento dos postos de saúde está mantido para outras vacinações; fique atento ao calendário de acordo com a sua faixa etária

 

5/2/21 14:39 IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: RENATA LU

 

Embora a vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) tome conta do noticiário e da vida de boa parte da população, manter a rotina de outras imunizações é essencial. Isso significa que você, usuário da rede pública, pode e deve utilizar os serviços e cuidar da saúde porque o Governo do Distrito Federal (GDF) mantém em funcionamento a aplicação de outras vacinas e atividades.

 

O DF dispõe hoje de 169 salas de vacinação, sendo que 136 delas funcionam em Unidades Básicas de Saúde (UBS), a chamada Atenção Primária de Saúde. Ainda que os esforços estejam concentrados na batalha para vencer o coronavírus, a vacinação para outras doenças segue aberta ao público, bem como os serviços que incluem desde exames de ginecologia e odontologia até consultas para hipertensos. É o que explica o coordenador da Atenção Primária de Saúde do DF, Fernando Erick Damasceno.

 

“Os trabalhos não pararam em nenhum momento. Desde quando elaboramos o plano operacional da vacinação contra Covid-19 nós mantivemos a preocupação com a manutenção da rotina nas unidades de saúde. Nossa orientação é a de conciliar uma vacinação atípica, como é a da Covid-19, com as de rotina”, afirma Fernando Erick Damasceno.

O coordenador da Atenção Primária do DF reforça que a população deve continuar frequentando a UBS mais próxima de sua residência e interagir com os serviços que ela oferta. Para saber se está na hora de tomar algum tipo de vacina, seja de meningite, febre amarela, HPV, BCG, entre outras, o usuário precisa estar atento à sua faixa etária.

 

Os trabalhos não pararam em nenhum momento. Desde quando elaboramos o plano operacional da vacinação contra Covid-19 nós mantivemos a preocupação com a manutenção da rotina nas unidades de saúde

O funcionamento das unidades para a vacinação, seja de Covid-19 ou outras doenças, é de 8h às 17h, com pequenas alterações e ajustes de acordo com o posto de saúde. Para receber algum imunizante é recomendável levar identidade e CPF.

 

Se a pessoa for atualizar o cartão de vacinação é preciso levá-lo também. Vale lembrar que, para qualquer vacina, a pessoa não é obrigada a recebê-la em uma UBS próxima de sua residência. A imunização pode ser feita em qualquer sala e região. Para saber mais sobre outros tipos de vacinação acesse este link. Caso queira saber sobre a imunização contra Covid-19, clique aqui.

 

“A preocupação da Secretaria de Saúde é que a população continue utilizando e utilize da melhor forma os recursos e equipamentos de saúde. Mesmo com Covid-19, outras coisas acontecem e vamos ficar um bom tempo nos preocupando com os efeitos que a pandemia causa no mundo. É aquela pessoa que tem diabetes e hipertensão e se afastou do posto de saúde, mas precisa voltar”, acrescenta Fernando Erick.

 

Uma prova dos esforços da Secretaria de Saúde em imunizar a população em todas as frentes é que, em 2020, foram aplicadas mais de 3,5 milhões de vacinas. “Mesmo com a pandemia causada pelo coronavírus, seguimos todo o calendário. Além disso, realizamos mais de cinco milhões de procedimentos diversos, que vão desde uma aferição de pressão até uma troca de curativos, por exemplo”.

 

Organização

 

Os postos de saúde estão orientados a separar a vacinação contra coronavírus das demais. Assim, cada unidade tem diferenciado os espaços. Nesta sexta-feira (5), a Agência Brasília acompanhou a vacinação no posto de saúde da 612 Sul, no Plano Piloto. Por lá, a imunização contra Covid-19 ocorre em um espaço coberto na área externa, enquanto as demais são feitas em uma sala específica. Todas devidamente sinalizadas pelos profissionais.

 

Organização que foi elogiada pela auxiliar de serviços gerais, Jéssica Alves da Silva. Ela está no quinto mês de gestação e esteve na unidade para realizar o pré-natal e vacinar a filha Emile, de 11 anos, para meningite. “O atendimento está muito bom. Faço o pré-natal aqui, todas as consultas de rotina. É muito importante o posto realizar esses atendimentos que não são voltados para a Covid-19 e ao mesmo tempo tão necessários para o dia a dia”, aponta.

 

AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTE SITE SÃO OFICIAIS DO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.
Denúncias e reclamações

Site: www.ouvidoria.df.gov.br

Telefone: 162

Pedidos de acesso à informação: www.e-sic.df.gov.br

Em caso de suspeita: Ligue 190, 193 ou 199

Sites confiáveis para notícias sobre o coronavírus

Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br

Secretaria de Saúde do Distrito Federal: www.saude.df.gov.br